maior livro da bíblia

Qual é o maior livro da Bíblia?

O maior livro da Bíblia é o livro de Salmos, que fica no Velho Testamento. Por sua vez, o menor livro da Bíblia é a segunda carta de João, que fica no Novo Testamento. Enquanto o livro de Salmos possui 150 capítulos, o livro de 2 João possui apenas um, dividido em treze versículos.

Estruturação da Bíblia

Como muita gente sabe, para definir qual é o maior livro da Bíblia, é analisado o número de capítulos e versículos. Entretanto, a estruturação bíblica que conhecemos hoje não é a mesma da Bíblia original.

Na verdade, a Bíblia só foi estruturada da maneira que conhecemos hoje (capítulos e versículos) na Idade Média. Por conta disso, nem todas as Bíblias possuem a mesma quantidade de versículos.

Além da classificação por capítulos e versículos, também é possível definir o maior livro da Bíblia analisando o número de palavras. No entanto, devido as particularidades de cada tradução, algumas versões bíblicas podem ter mais palavras do que outras.

Por isso, para realmente descobrir qual é o maior livro da Bíblia, é preciso analisar esse livro em seu idioma original. Nesse caso, o livro de Salmos ainda é o maior livro bíblico.

Por outro lado, quando o assunto é o menor livro da Bíblia, o número de palavras mostra uma alteração. Considerando a versão grega do Novo Testamento em algumas traduções, como a Almeida Corrigida Fiel, o livro de 3 João seria menor que o livro de 2 João, pois tem menos palavras.

Outra questão curiosa sobre a Bíblia Cristã é que, além de reconhecer a canonicidade dos livros do Novo Testamento, ela também reconhece a dos livros do Antigo Testamento, que fazem parte da Bíblia hebraica.

Aliás, quando falamos sobre a Bíblia hebraica, o seu menor livro é o de Obadias, que também pertence ao Antigo Testamento da Bíblia cristã, e possivelmente, foi escrito pelo profeta homônimo.

Qual é o maior livro da Bíblia?

Como foi dito anteriormente, o livro de Salmos é o maior livro bíblico, pois tem 150 capítulos. Composto por diversos cânticos criados por vários autores, as músicas desse livro vêm sendo utilizadas desde os tempos bíblicos até os dias atuais.

Inclusive, diversos cantores evangélicos pegam trechos de algum salmo e o colocam em suas composições. Ademais, alguns deles simplesmente fazem músicas onde declamam algum salmo por si só, como é o caso da cantora Marine Friesen e seu canto sobre o salmo 91.

Vale lembrar que, o termo “Salmos” vem de um termo grego cujo significado é literalmente “cânticos”. No entanto, na Bíblia hebraica, o nome original desse livro significa “Livro de Louvores”.

Tradicionalmente, os 150 salmos estão subdivididos em cinco livros e eles têm os mais variados estilos poéticos. Como os primeiros salmos vêm dos tempos de Moisés e os últimos vêm do pós-cativeiro babilônico, pode-se deduzir que esse livro demorou vários séculos para ser finalizado.

O maior autor do livro de Salmos é o Rei Davi. Entretanto, esse livro possui outros diversos autores, sendo que alguns estão identificados e outros não.

Qual é o menor livro da Bíblia?

Como já foi explicado, analisando apenas o número de capítulos, o menor livro da Bíblia é a segunda carta de João (2 João). Amado discípulo de Jesus Cristo, João escreveu essa carta já na fase final de sua vida. Ao escrever essa epístola, o apóstolo alertou os cristãos sobre uma heresia que estava sendo pregada naquela época: a de que Jesus não veio para terra como ser humano.

Ou seja, esse falso ensino levava as pessoas a desacreditarem que a vinda de Jesus havia acontecido e João estava lutando contra isso. Ademais, sua segunda carta também incentivava o amor e a receptividade entre os cristãos.

Por outro lado, a terceira carta de João, que pode ser considerada a menor devido ao seu número de palavras, também foi escrita pelo apóstolo homônimo. Contudo, existe um fato curioso sobre essa epístola: ela foi escrita antes da segunda carta de João.

Sim, apesar disso parecer muito estranho, o livro de 3 João realmente foi escrito antes do livro de 2 João. A terceira carta desse apóstolo foi direcionada ao seu amigo Gaio e seu conteúdo aborda a importância da bondade e da hospitalidade entre os cristãos.

Para alguns estudiosos, existe a possibilidade de João não ter escrito nenhuma dessas cartas. Contudo, existem evidências que mostram que João é o provável autor de ambas as epístolas, o que apenas confirma as revelações bíblicas. No fim das contas, João é o autor dos menores livros bíblicos, independentemente de ser a sua segunda ou a sua terceira carta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.